Copy
Um ano de conquistas e retrocessos
 
2015 foi um ano difícil para defensoras e defensores de direitos humanos no Brasil. Projetos conservadores ganharam destaque: redução da maioridade penal, reforma no Código Penal, lei antiterrorismo e outros. Também tivemos avanços, como as iniciativas-piloto das audiências de custódia - que culminaram na resolução aprovada pelo CNJ no último dia 15 -, o retorno do PL pelo fim da revista vexatória à pauta do Congresso Nacional e as primeiras decisões do STF que citam as Regras de Bangkok para dar liberdade a mulheres presas. 

O ITTC celebra as conquistas e se prepara para enfrentar os atuais e os novos desafios em 2016, sempre com as organizações e pessoas parceiras na luta pelo desencarceramento.

Um ótimo fim de ano e novo início de jornada a todas e todos! 
Produtividade, evolução e sigilo no maior sistema penal do país
Por Anderson Lobo, para Le Monde Diplomatique
TJ investiga casos de tortura e agressões a presos
Entrevista com Raquel Lima para TV Brasil
 
Justiça Global realiza homenagem a defensoras de Direitos Humanos
A presidente do ITTC Michael Mary Nolan é uma das homenageadas
Adital: Situação das mulheres presas no Brasil pode ser mais grave do que apontam dados oficiais
Uol Notícias: No Brasil, 20% recebem pena alternativa; na Europa, a proporção é inversa
Jornal do Senado: Projeto proíbe revista vexatória de visitante de jovem infrator internado

Agência Brasil: Tráfico: 75% dos acusados no Rio ficaram presos de forma provisória em 2013
Agência Brasil: Se a mãe é presa, a família se desfaz, diz coordenadora de estudos sobre grávidas
Apoie o indulto de mães e mulheres presas por tráfico de drogas
 
Envie comentários e sugestões para comunica@ittc.org.br
Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
YouTube
YouTube
Website
Website
Email
Email