Copy

FENACERCI NEWSLETTER

Nº 13 - Março 2016
Veja este email no seu browser
Género, Igualdade, Direitos e Deficiência 

Género, Igualdade, Direitos e Deficiência 

Decorridos 106 anos de comemorações associadas ao Dia Internacional da Mulher, dia 8 de março, proposto por Clara Zetkin como homenagem às lutas e reivindicações promovidas por um conjunto de mulheres operárias de uma fábrica têxtil, de Nova Iorque, em prol de melhores condições de trabalho e reconhecimento de direitos sociais e políticos, a igualdade de género continua a ser um problema global.

Hoje, celebramos o reconhecimento do potencial e das competências tanto de mulheres e homens no mercado de trabalho, bem como a assunção de iguais responsabilidades no espaço doméstico e na família, o que representa um percurso histórico, educacional e cultural que deve continuar a ser feito, contribuindo assim para uma mudança de mentalidades sobre este assunto. Todavia, este percurso ganha ainda mais acuidade quando falamos de pessoas com deficiência, nomeadamente de mulheres com deficiência, dada a discriminação múltipla a que podem estar sujeitas.

Sendo o género um construto social, sabemos que os papéis sociais da mulher e do homem são determinados por variáveis culturais, educacionais, políticas, religiosas e sociais e não apenas por aspetos biológicos. Por seu turno, a abordagem ao tema da deficiência tem sido, também, alvo de estudos multidisciplinares, que permitiram percecionar a diferença e a diversidade como algo natural, onde limitações físicas e/ou cognitivas não pressupõem ausência de direitos e deveres. De acordo com os estudos que têm sido produzidos sobre esta matéria, constatou-se que a intensidade das discriminações depende muito do tipo e do grau de deficiência, sendo que a deficiência mental ou intelectual é comumente referida como estando associada a situações mais preocupantes aumentando, assim, em particular a vulnerabilidade das mulheres com deficiência intelectual.

As dificuldades com que as mulheres com deficiência se deparam são acentuadas pelos preconceitos e estereótipos que existem em torno do seu papel de género e da sua condição de deficiência. É um facto que as mulheres e raparigas com deficiência continuam a ter menor acesso a oportunidades de educação, formação, emprego, saúde, justiça e apoios sociais em geral, situação essa que aumenta a sua vulnerabilidade e desproteção.

Factores de risco como o tipo e grau de deficiência, onde as questões relacionadas com uma maior dependência, dificuldades ao nível da comunicação e capacidade de percepção e reconhecimento de atos de violência, aumentam a vulnerabilidade a que as mulheres com deficiência, nomeadamente deficiência intelectual, se encontram sujeitas.

É, portanto, essencial que se desenhem e ajustem políticas sociais, educativas, de emprego e saúde que procurem capacitar, tanto mulheres como homens com deficiência para uma vida independente, que promova o seu acesso ao emprego, ao ensino, à escolha da sua vida privada, familiar e profissional em igualdade de oportunidades, permitindo que simultaneamente a sociedade beneficie das suas competências, experiências e conhecimentos.

Neste contexto, entende a FENACERCI que deve ser feita uma chamada de atenção, em particular, à defesa e promoção dos direitos das mulheres com deficiência aquando das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

FENACERCI
Sara Gésero Neto

Convénio de Cooperação com Plena Inclusion

Convénio de Cooperação com Plena Inclusion

Nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro a FENACERCI organizou a segunda reunião do Convénio com a Plena Inclusion, com o objetivo de consolidar a parceria e estabelecer um plano de ação para os próximo ano.
Durante 3 dias foram partilhadas experiências e saberes sobre o diagnóstico duplo, a educação inclusiva e o papel dos centros de recursos para a inclusão, vida independente e a relação entre capacidade jurídica e trabalho e vida independente. A reunião contou, para além de representantes da Plena Inclusion e da FENACERCI, com a participação do Dr. Álvaro Carvalho (Diretor do Programa Nacional de Saúde Mental), com o Dr. Jerónimo de Sousa (CRPG) e com os membros do Grupo Dinamizador da Plataforma Nacional de Autorrepresentantes.
No final da sessão de trabalho, foi elaborado o Plano de Ação para o ano de 2016, tendo sido identificados com áreas preferenciais de trabalho a educação, a formação e emprego, a intervenção precoce, a saúde mental, a vida independente, a autorrepresentação e a capacidade jurídica, tendo sido já identificados momentos de partilha sobre estas áreas.

Grupo de trabalho para a acessibilidade eleitoral

No passado dia 9 teve lugar mais uma reunião do grupo de trabalho para a acessibilidade eleitoral, nas instalações do INR I.P.
Este grupo, constituído por representantes do INR, da CNE, da FENACERCI, da HUMANITAS, da FPAS e da ACAPO, tem vindo a trabalhar desde 2014, tendo desenvolvido diversos folhetos e vídeos em língua gestual portuguesa sobre os diferentes atos eleitorais. Esta reunião, sendo uma reunião de balanço, pretendeu também traçar estratégias futuras que possibilitem a participação de todos os cidadãos nos atos eleitorais, estratégias setas que devem consubstanciar-se em algo mais do que disseminação de informação em formato acessível. Este grupo identificou como próximo passo desejável, a sensibilização dos partidos políticos e dos decisores para a necessidade de assegurar a participação cívica de todos os cidadãos e cidadãs, de forma a cumpri o que está consagrado no artigo 29 da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

FENACERCI e Instituto Politécnico de Leiria assinam protocolo

FENACERCI e Instituto Politécnico de Leiria assinam protocolo

A FENACERCI  e a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais do Instituto Politécnico de Leiria estabeleceram recentemente um protocolo de colaboração no âmbito da realização de uma formação pós-graduada a ministrar nesta Escola.
A referida formação foi construída tendo por base os resultados obtidos pela aplicação de um questionário de diagnóstico de necessidades formativas indispensáveis a dirigentes e técnicos de organizações do setor social, tem como principais temas de abordagem o planeamento estratégico, liderança e gestão de equipas, trabalho em rede e dinamização de parcerias entre outros considerados chave. Este protocolo será materializado através da participação/ realização de colóquios, seminários e outras ações de natureza análoga, a realização de estágios científicos/ técnicos de curta duração, intercâmbio de informação técnica/ científica assim como por meio da divulgação de projetos e outras iniciativas.
A FENACERCI está em crer que a efetivação desta parceria é indubitavelmente mais um valioso contributo para melhoria dos serviços prestados pelas organizações da economia social.

Fonte da Foto: http://www.ipleiria.pt/blog/novos-estudantes-20152016/

Sessões de esclarecimento – Contratação Coletiva, Código do Trabalho e Código Cooperativo

Face ao momento atual de clara mudança quer politica, social e económica, a Federação vai levar a cabo, no decorrer do mês de Abril, duas sessões de esclarecimento descentralizadas junto do seu universo de Associadas sobre temas chave de atuação como são a Contratação Coletiva, Código de Trabalho e Código Cooperativo. Durante estas jornadas de trabalho contaremos com a participação de entidades e personalidades relevantes das áreas em apreço. A Federação tem como grande meta para a realização destas sessões clarificar, uniformizar assim como desenhar estratégias de atuação conjunta. Se estiver interessado em participar não hesite em contactar-nos!

Ação de Solidariedade Páscoa - 12 a 27 de Março 
Colabore com as CERCI`s!

Ação de Solidariedade PáscoaAo comprar o chocolate de leite FANTASIAS, metade do valor(2€) reverte a favor das CERCI`s! Colabore connosco! Esta iniciativa lançada em 2010 que pretende ajudar mais de 10.000 crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual e/ou multideficiência, clientes das CERCI´s a ter um futuro melhor, resulta de uma parceria do Jumbo com a FENACERCI – Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social. Sendo uma iniciativa já com alguma história, importa referir que os muitos recursos financeiros angariados ao longo destes anos, foram utilizados para ajudar estas organizações, a adquirir material de promoção de bem estar dos seus respetivos clientes.
O chocolate de leite FANTASIAS é um produto nacional desde a embalagem até ao produto final.

Assembleia Geral Ordinária da FENACERCI

29 de Março, Peniche

A FENACERCI irá realizar no próximo dia 29 de março de 2016, mais uma Assembleia Geral Ordinária para aprovação do Relatório de Contas e de Atividades relativos a 2015.

Apelamos à mobilização das Associadas da FENACERCI para marcarem presença.

Campanha Pirilampo Mágico 2016


Olá!
Este ano estarei  à venda de 7 a 29 de maio em todo o País, altura em que irá decorrer a  Campanha Pirilampo Mágico 2016.

Campanha Pirilampo Mágico 2016
Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
Website
Website
Email
Email
Copyright © 2015-2016 FENACERCI, All rights reserved.
Fenacerci | Rua Augusto Macedo 2 A | 1600-794 Lisboa | Portugal
Tel. (+351) 21 711 25 80 | Fax. (+351) 21 711 25 81
E-mail : fenacerci@fenacerci.pt

unsubscribe from this list    update subscription preferences