Copy

FENACERCI NEWSLETTER

Nº 8 - Outubro 2015
Veja este email no seu browser

No âmbito do Projeto TOPSIDE +, Oportunidade de Formação para Pares de Apoio com Deficiência na Europa, decorreu entre 14 e 18 de setembro de 2015, na Foz do Arelho, uma semana formativa sobre Apoio por Pares. Com esta ação foram ministradas 40 horas de formação a 10 participantes de associadas da FENACERCI, a saber: Bernardino Soares e o João Pereira (CERCICA); Edna Pereira (CECD); José Faria (CERCIBRAGA); Sandra Trindade e Sandra Silva (CEERDL); Jorge Oliveira (CERCIESPINHO), Carla Rodrigues (CERCIAG), Albino Silva e André Mota (CERCILISBOA). 
Durante esta semana os formandos realizaram várias atividades, quer de carácter teórico, quer prático, que visaram prepará-los para a função de par de apoio. 
Esta formação de pares de apoio permitirá que as pessoas com deficiência intelectual prestem apoio aos seus pares de modo informal, através da partilha de experiências de vida, da sua valorização pessoal e do reforço de competências de comunicação, identificação e resolução de problemas, cidadania e tomada de decisão. 
Acrescendo aos conteúdos desenvolvidos durante esta semana, enquadrados diretamente nos objetivos TOPSIDE +, salienta-se a importância desta semana na promoção da autonomia e responsabilidade de cada participante (dado que os formandos, deliberadamente, não foram acompanhados por pessoas de apoio), a vivência de novas experiências, o estabelecer de novas relações de amizade e o compromisso de futuro de apoiarem outras pessoas com deficiência. 
No final da sessão foi dado um certificado de participação a cada formando.

 Fotografia CERCILISBOA

I Encontro Nacional de Paracanoagem

A FENACERCI em parceria com a Federação Portuguesa de Canoagem, promoveram as primeiras Jornadas Náuticas de Canoagem realizando o I Encontro Nacional de Paracanoagem, entre os dias 28 a 30 de setembro, no Centro Náutico – Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho, uma iniciativa que contou com o apoio da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho.
Com o objetivo de promover a Canoagem para Todos, através da criação de parcerias locais e redes de trabalho colaborativo, este programa de formação/ação recorreu às atividades náuticas - Canoagem, como ferramenta de intervenção para a aquisição de conhecimentos/competências e ao meio aquático como instrumento de intervenção promotor da capacitação, da inclusão social, da integração e da igualdade de oportunidades. Aqui ficam alguns testemunhos dos participantes: 
“Para mim estes dias foram extraordinários porque nunca tinha ido a um local onde se pratica canoagem de alta competição”  Nuno - CERCILISBOA
“Gostei bastante desta atividade. Deu-me a conhecer a canoagem, modalidade onde gostava de competir. E conheci gente nova que me ajudou a refletir sobre a minha vida.” José - CERCIVAR
“Gostei desta experiência de Canoagem porque fez-me sentir bem. Adorava repetir.” Paulo – CERCINA
“Gostei de conhecer outros colegas, da canoagem e consegui andar sozinho de canoa” Nélson - CERCIOEIRAS
“Foi brutal e espetacular. Gostei de tudo. O mais importante para mim foi ter ficado lá. Aprendi como usar a pagaia e o aquecimento. Acho que foi giro o convívio entre os colegas”. Inês - CERCIPENICHE.

“Hear Our Voices: My Life, My Decisions!"  

A FENACERCI esteve presente na Conferência Europeia de Autorrepresentantes, realizada em Madrid, nos dias 2, 3 e 4 de outubro de 2015, organizado pela EPSA (European Platform of Self-Advocates), Inclusion Europe  e Plena Inclusión. 
Sendo uma Conferência de Autorrepresentantes impera ler os testemunhos na primeira pessoa, procurando assim, reafirmar o direito das pessoas com deficiência intelectual por via do reforço à participação nos processos de apoio à tomada de decisão: 

"Para mim esta experiência foi muito diferente e importante. Aprendi como devo tomar as minhas decisões da melhor maneira. E isso é muito bom. Foi muito importante aprender isso, porque às vezes há pessoas que tomam as decisões por nós sem nos perguntarem o que achamos..A pessoa de apoio é muito importante mas, não deve decidir por nós". Igor Neto
 
"Fui aprender coisas novas em workshops de Autorrepresentação. Aprendi a estar numa sala de conferências que é muito grande, a saber esperar pela minha vez para falar, a tentar ser mais rápido e a fazer as minhas coisas porque não convinha chegar atrasado... É muito importante a pessoa com deficiência tentar fazer as coisas sozinho, mesmo que demorem mais tempo. Convém ter uma pessoa de apoio para ajudar só no que é preciso. Tudo o que conseguirmos decidir sozinhos é melhor. Dei uma pequena entrevista onde eu disse que a inclusão era estar em conjunto com outras pessoas". Luís Noivo
 
"Fui a uma Convenção de Autorrepresentantes. Colocámos uns auriculares para ouvirmos a tradução e estivemos a ouvir pessoas a darem os seus testemunhos sobre a Autorrepresentação. Também gostei muito dos workshops onde falei da minha pessoa e das experiências da minha vida.  Partilhámos histórias das nossas vidas. Aprendi sobre como tomar decisões da nossa vida sozinhos e se precisarmos de ajuda podemos falar com a pessoa de apoio que nos deve orientar e ajudar nas decisões sempre que é necessário. Eu acho que sou autónomo e quero ser mais e decidir por mim". João Humberto

FENACERCI no 10º Congresso Internacional da EAMHID 

A FENACERCI marcou mais uma vez presença no 10º Congresso Internacional da EAMHID, realizado nos dias 9, 10 e 11 de setembro, em Florença Itália. O Congresso contou com a participação de cerca de 510 profissionais oriundos de 23 países (Europa e fora do espaço europeu). O Congresso, em termos metodológicos, encontrava-se subdividido em diferentes workshops, numa média de 9 por dia, em que se abordaram temas tão diversos como a farmacologia, psicoterapia, sistemas de classificação, educação, emprego, reabilitação, entre outros. Foram realizadas perto de 111 sessões de trabalho e apresentados 50 posters científicos, dos quais constou o relativo ao Projeto da Federação sobre o estudo nacional realizado na área do Duplo Diagnóstico apelidado de DD - Caracterização, Diagnóstico e Tendências. O poster esteve exposto na área comum e foi igualmente objeto de publicação no Journal of Intellectual Disability. A participação da Federação neste evento revelou ser mais uma vez de bastante interesse para o desenvolvimento e aprofundamento do trabalho/ investigação na área DD(Diagnóstico Duplo). Foi, igualmente, possível inferir que os achados realizados no âmbito do projeto nacional DD e neste Congresso apresentados, refletem claramente as tendências atuais nesta área específica. No decorrer destes dias a Federação teve igualmente a oportunidade de participar na realização de diferentes atividades da EAMHID como sejam a Reunião de Direção e respetiva Assembleia Geral, momentos durante os quais efetivou a sua permanência como elemento de direção até ao ano de 2017. 

Projecto PAR – Promover a autorrepresentação

A FENACERCI encontra-se a desenvolver um projeto com o apoio do INR IP que tem como objetivo principal a promoção da autorrepresentação e a constituição duma Plataforma Nacional de Autorrepresentantes. 
Uma das atividades do projeto consiste na passagem de informação para os autorrepresentantes sobre a Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, nomeadamente os seus artigos 12 e 29 e o seu impacto na vida das pessoas com deficiência intelectual, e ainda consciencializar para as vantagens da existência duma Plataforma Nacional de Autorrepresentantes, que poderá vir a ser membro da Plataforma Europeia de Autorrepresentantes, com sede em Bruxelas. 
Um dos resultados do projeto será a constituição desta mesma Plataforma. 
Neste sentido, irão ter lugar 4 ações em território nacional, uma em Lisboa, uma no Centro, uma no Norte e uma no Alentejo, entre outubro e novembro do corrente ano.
O projeto decorre desde junho, tendo sido já implementadas as ações de formação para dinamizadores, que tiveram lugar em Lisboa nos dias 22 e 23 de setembro. Estes jovens irão dinamizar as sessões para os grupos de autorrepresentantes a nível nacional.

 

Projeto MINCE - Modelos Comunitários para a Educação Inclusiva

A FENACERCI é parceira do projeto MINCE, um projeto que visa identificar, testar e disseminar, práticas de educação inclusiva, nomeadamente no que se refere a um grupo específico – pessoas com deficiência intelectual severa.
O projeto, que irá decorrer até Novembro de 2017, vai ser implementado em Portugal, Áustria, Bulgária, Croácia, Polónia, Alemanha e Eslovénia.
A reunião de arranque do projeto será em Zagreb, no final do mês de novembro.

Participação em Sessão de Trabalho com o Comité da CDPD, em Bruxelas

A FENACERCI irá estar representada em Bruxelas numa sessão de trabalho subordinada ao tema "Reforço do envolvimento da sociedade civil com o Comité das NU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência".

Esta sessão de trabalho decorrerá no dia 14 de outubro e tem como objetivos:

  • aumentar o conhecimento sobre a CDPD e outros mecanismos internacionais de direitos humanos 
  • promover a tomada de consciência dos detentores de direitos e das suas organizações sobre como podem trabalhar com este Comité, nomeadamente através da elaboração de relatórios alternativos e da apresentação de queixas.

Formação I Uma Prioridade Organizacional   

O Núcleo de Formação e Qualificação (NFQ) da FENACERCI assume como prioridade a capacitação e valorização dos recursos humanos das organizações suas associadas, congéneres e parceiras disponibilizando para o efeito uma vasta oferta formativa na área da deficiência e reabilitação. A formação desenvolvida procura dar resposta às necessidades formativas sinalizadas, bem como abordar temáticas consideradas relevantes para o trabalho e serviços prestados pelas várias organizações. Neste sentido, além do Plano de Formação Externa atualmente em vigor, que contem um conjunto de ações na área da gestão de organizações sem fins lucrativos e da intervenção e reabilitação de pessoas com deficiência, o NFQ cria respostas de "formação à medida" a todas as organizações que o solicitem. Procurando fazer um balanço nestas matérias verificou-se que desde o início do presente ano foi ministrado um conjunto de ações formativas na área da Prevenção e intervenção em situações de maus-tratos (3 ações desenvolvidas no âmbito do Mês de Prevenção de Maus-Tratos de 2015; 1 ação promovida na associada CERCIPENHICHE e 1 ação dirigida aos profissionais da Guarda Nacional Republicana); da Leitura Fácil e Comunicação Eficaz (1 ação dinamizada no Instituto Nacional para a Reabilitação; 1 ação realizada na associada CERCIPENICHE e 1 ação dirigida aos profissionais da Guarda Nacional Republicana); do Surf Adaptado (1 ação destinada ao Agrupamento de Escolas de Silves Sul - Unidade de Ensino Estruturado) e, por fim, uma ação na área do Género e Deficiência Intelectual ministrada na Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. 

Para mais informações sobre a oferta formativa da FENACERCI consulte o nosso site.

Facebook
Facebook
Twitter
Twitter
Website
Website
Email
Email
Copyright © 2015 FENACERCI, All rights reserved.
Fenacerci | Rua Augusto Macedo 2 A | 1600-794 Lisboa | Portugal
Tel. (+351) 21 711 25 80 | Fax. (+351) 21 711 25 81
E-mail : fenacerci@fenacerci.pt

unsubscribe from this list    update subscription preferences