Copy
Conscientizando sobre a importância do uso de sprinklers
Informativo ISB nº 3
Setembro 2014

www.sprinklerbrasil.org.br

Iain Cox participa do Senabom a convite do ISB



O 14º Seminário Nacional dos Bombeiros (Senabom), que foi realizado entre os dias 3 e 5 de setembro, em Goiânia, contou com a participação de um ex-comandante dos bombeiros da Inglaterra. O presidente da British Sprinkler Alliance (BSA), Iain Cox, esteve no Brasil, pela primeira vez, para participar do evento, a convite do Instituto Sprinkler Brasil (ISB). Em sua apresentação, ele mostrou os diversos benefícios que a aplicação de sprinklers pode proporcionar para a proteção contra chamas em prédios comerciais e galpões.

Cox trouxe informações comparativas entre situações com ocupações que estavam equipadas com sprinklers e aquelas que não dispunham deles, além de mostrar o trabalho feito pela BSA no Reino Unido e destacar algumas mudanças que tem ocorrido nas atividades de bombeiros naquele país. 

De acordo com o estudo, no caso de sprinklers instalados, a quantidade de água usada para combater um incêndio é, aproximadamente, 0,02%, enquanto que esse percentual passa para 17% se sprinklers não estiverem disponíveis; quando há chuveiros automáticos a emissão de carbono é cerca de 7,8%  e, sem eles, chega  a 21,6%. O estudo mostra ainda que são necessários 4.368.000 litros de água por ano para combater incêndios em edifícios com sprinklers, contra uma quantidade entre 25.945.920 e 18.865.392.000 de litros de água por ano para combater chamas sem o auxílio do dispositivo.

Outro ponto destacado por Cox diz respeito à perda financeira direta aos negócios causada por incêndios, que é da ordem de 230 milhões de libras por ano na Inglaterra; a perda em produtividade e impactos para a cadeia de abastecimento representa 190 milhões de libras por ano; e aproximadamente 1.000 postos de trabalho diretos e indiretos são fechados anualmente por causa de incêndios no país.

O evento

Esta foi a primeira vez que a capital de Goiás recebeu uma edição do Senabom, evento anual de maior importância aos bombeiros. O encontro conta com a parceria de grandes empresas que possibilitam o aprimoramento de técnicas e o aperfeiçoamento de equipamentos operacionais e de proteção individual e é voltado para Bombeiros Militares, Agentes de Defesa Civil, Socorristas, Brigadistas, Profissionais da Área da Saúde, como Médicos, Enfermeiros, Fisioterapeutas e Nutricionistas, Engenheiros, Arquitetos, Universidades, Profissionais e Prestadores de Serviços no ramo de atendimento a emergências de modo geral e voluntários da sociedade.  O evento teve um público estimado em 5 mil pessoas.

Prêmio ISB está com inscrições abertas a trabalhos sobre sprinklers



Desde o último dia 15 de agosto, o ISB está recebendo trabalhos dos interessados em participar da 2ª edição do Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos, que tem como propósito estimular a produção de conhecimento para aumentar a segurança contra incêndio no País. 

As pesquisas poderão ser enviadas até o dia 15 de janeiro e o autor do melhor conteúdo, a ser selecionado por uma comissão julgadora, receberá R$ 7 mil em dinheiro e uma viagem aos Estados Unidos para conhecer o centro de pesquisas de prevenção de perdas da FM Global. Serão considerados como critérios adequação ao tema, relevância, originalidade, estrutura do texto e qualidade da redação, método, fontes de dados, análise e bibliografia

A primeira edição do prêmio, realizada em 2013, foi vencida pelo engenheiro projetista João Carlos Wollentarski Júnior, de Minas Gerais, que tem mais de 10 anos de experiência na área. Ele conquistou o prêmio com o trabalho Conceitos Fundamentais e Dicas Importantes para quem trabalha com Sprinklers - Uma visão Especial da NFPA 13. O objetivo dele é que sua pesquisa sirva como fonte de entendimento dos conceitos fundamentais para quem trabalha com sprinkler, mesclando informações teóricas com a prática profissional.

A participação no Prêmio ISB é aberta a estudantes de cursos técnicos, de graduação, de pós-graduação, Mestrado e Doutorado, por meio de teses, dissertações, monografias e outros trabalhos de conclusão de curso. Além disso, o concurso também recebe pesquisas de profissionais da área, como projetistas e bombeiros. Mais informações estão disponíveis no endereço http://www.sprinklerbrasil.org.br/premioisb2014/ 

ISB envia sugestões sobre combate a incêndio a presidenciáveis

 

Em tempos de campanha para a Presidência da República e sempre buscando despertar a atenção sobre a importância da prevenção a incêndios como parte importante de políticas de segurança pública, o Instituto Sprinkler Brasil está mobilizando os coordenadores de campanha de candidatos a cargos do Executivo para solicitar que a proteção contra fogo seja contemplada em seus planos de governo. O intuito do documento é dar suporte para consolidar o debate e promover avanços consistentes nessa área.

Tomando como base informações relevantes sobre o incêndio ocorrido na Boate Kiss, em janeiro de 2013, na cidade de Santa Maria (RS), o debate sobre segurança contra incêndio é fundamental para a construção de novas políticas públicas que não permitam que a tragédia se repita. Considerando que a ocorrência de incêndios não é um evento ocasional e que apenas o Poder Público tem autonomia (e dever) para modificar significativamente essa realidade, o ISB apresenta sugestões para contribuir nesse sentido.

Entre as contribuições feitas pelo Instituto, estão diversas informações e detalhes sobre a aplicação dos sprinklers em sistemas de segurança contra incêndio, a forma como funcionam, como podem controlar ou mesmo extinguir chamas, além de reforçar os benefícios econômicos e sociais que podem decorrer de uma melhor segurança, com menção a resultados de estudos feitos sobre esse assunto pela British Sprinkler Alliance (BSA).

Palestra em Porto Alegre

No dia 12 de setembro, o ISB e a ABSpk ministraram uma palestra conjunta sobre fundamentos da tecnologia de sprinklers para 60 bombeiros da Corporação do Rio Grande do Sul, no auditório da Faculdade de Engenharia da UFRGS.


EDITORIAL

A legislação de proteção contra incêndio do Estado de São Paulo, que há algum tempo pode ser considerada das mais abrangentes do Brasil quando comparada à de outras unidades federativas, está dando mais um passo para sua atualização por meio do Projeto de Lei Complementar 24/14, que institui o Código Estadual de Proteção Contra Incêndios e Emergências. Trata-se de um progresso no longo caminho que o País ainda precisa percorrer para se tornar um lugar mais seguro contra incidentes causados pelo fogo.

O aspecto mais relevante do PLC está no artigo que determina que os Bombeiros Militares, no desempenho de suas funções, passarão a exercer o poder de polícia administrativa. Sem dúvida, delegar essa condição faz com que a atuação dos bombeiros seja ainda mais importante, autônoma e abrangente, pois não serão mais responsáveis apenas por questões de fiscalização, mas terão espaço para atuar de maneira mais efetiva. Nessa condição, eles poderão aplicar as penalidades previstas no PLC e outras sanções administrativas já previstas em lei, fazendo com que as punições sejam mais criteriosas e tecnicamente coerentes e adequadas.

A criação do Fundo Estadual de Segurança contra Incêndios e Emergências (FESIE) também merece destaque, já que ele tem como objetivo reequipar, modernizar e expandir os serviços de bombeiros, bem como universalizar os conhecimentos do ensino e da pesquisa nessa área. Aqui, a constatação mais animadora é que o PLC não apenas versa sobre as atribuições profissionais necessárias para se progredir na segurança contra chamas, mas também sobre um investimento para tornar a sua execução mais viável, tanto em relação à captação de recursos quanto ao desenvolvimento de conhecimentos e pesquisa na área. 

Outra observação importante diz respeito ao trâmite que o projeto tem seguido desde a sua proposição. Diferente da maioria dos PLs propostos, que têm sua origem no Poder Legislativo, este Projeto tem como autor o Governador do Estado de São Paulo. O fato de a iniciativa partir do Executivo demonstra que a proteção contra incêndio tem adquirido mais importância das principais esferas do Poder Público, a quem cabe à responsabilidade de melhoria como um projeto próprio, em vez de restringi-lo ao Legislativo. 

Em síntese, se iniciativas como essa se multiplicar por outras unidades federativas brasileiras, certamente teremos avanços em menos tempo do que se poderia imaginar, mas que viriam em um momento bastante oportuno. Vista a concentração de esforços para aprovação do PLC na Assembleia Legislativa de São Paulo, o Instituto Sprinkler Brasil tem dialogado com os líderes responsáveis para apoiar a iniciativa.

Participe da newsletter enviando sugestões para o e-mail comunicacao@sprinklerbrasil.org.br

EXPEDIENTE
 

Essa newsletter é uma publicação do Instituto Sprinkler Brasil, entidade sem fins lucrativos. 
 
O Instituto Sprinkler Brasil (ISB) é uma organização dedicada à divulgação de informações relativas ao combate a incêndios por meio da utilização de chuveiros automáticos, os sprinklers.
 
Conteúdo: Ogilvy Public Relations Brasil. Jornalista Responsável: Lucas Alves 
 
Projeto gráfico: Lampejos Comunicação
Copyright © 2014 Instituto Sprinkler Brasil, Todos os direitos reservados.
Email Marketing Powered by Mailchimp